• Equipe sim

Como aproveitar ao máximo a sua conexão?

Navegar na internet via cabo de rede Ethernet garante maior velocidade, estabilidade e segurança na sua conexão. Isso ocorre porque a internet sofre menos interferência do meio físico onde está instalada em relação ao Wi-Fi. Vamos aprender um pouco mais sobre isso?



Aqui na sim.digital, você navega 1 GIGA de velocidade, tanto em download quanto upload, por apenas R$129,90 (mês). Saiba mais aqui.




O que é Ethernet?

Pronunciado “E-thernet”, este protocolo de conexão gerencia os dispositivos conectados em uma rede local (LAN), facilitando o acesso e a troca de informações entre máquinas que estão na mesma rede. É tradicionalmente usada como alternativa ao Wi-Fi em decorrência das suas vantagens que falaremos a seguir.


Ethernet nem sempre foi chamada de Ethernet; na verdade, foi originalmente chamada de Rede Alto Aloha.



Vantagens da conexão Ethernet

A conexão à internet via cabo de rede tem algumas vantagens cruciais em relação à navegação sem fio. Isso ocorre porque ainda existe o risco de interferência no sinal via Wi-Fi.


Ao navegar com o cabo de rede, isso não acontece. Como a conexão é direta e por um meio físico (cabo), as vantagens de contratar uma conexão de ultravelocidade são garantidas. Veja alguma delas:



Velocidade

A velocidade de conexão quando usamos uma internet cabeada é maior que a do Wi-Fi. Embora existam conexões sem fio de alta velocidade, são necessários hardwares de última tecnologia para aproveitar toda a potência do sinal Wi-Fi. Já falamos sobre a importância da compatibilidade com o padrão Gigabit e Wireless por aqui.


Leia também: Os seus aparelhos são compatíveis com a velocidade contratada?



Estabilidade

A estabilidade de conexão é outra vantagem para quem usa a internet via cabo. Sem oscilações de velocidade e sinal, jogar online, fazer vídeo chamadas e assistir a streamings de filmes e séries serão ainda mais satisfatórios.


Por ser uma conexão física direta entre o modem (que distribui o sinal de internet) e o PC, não existem oscilações e quedas repentinas de velocidade.



Segurança

Outra vantagem dos cabos é a questão de segurança. Por não ter um sinal Wi-Fi que seja capaz de ser receptado, a conexão se torna automaticamente mais segura. Funcionando somente com os equipamentos conectados fisicamente, esse tipo de conexão também ajuda na hora do monitoramento. É mais fácil encontrar falhas e possíveis vazamentos, independente do sistema operacional que o usuário esteja utilizando.



Tipos de Ethernet e de cabos de rede

Você pode estar familiarizado com os cabos de rede, também conhecido como cabo ethernet, pois lembram muito os antigos cabos de telefone, com uma ponta em acrílico. Porém, eles são bastante distintos. Eles são cabos longos com um plugue quadrado (chamado de RJ-45) em cada extremidade, maiores e um pouco mais grossos do que cabos de telefones.


Existem diferentes tipos de Ethernet e de cabos de rede. Conheça mais sobre eles neste tópico.


  • Fast Ethernet

A Fast Ethernet (também chamada de 10/100) suporta transmissões de dados a uma taxa entre 10 a 100Mbps e é suportado por qualquer dispositivo de rede disponível no mercado, já que é o mais antigo dos padrões.



  • Gigabit Ethernet

Já a Gigabit Ethernet (10/100/1000) permite transmissões de dados com uma velocidade muito maior, podendo chegar até 1 GIGA (1000Mbps), ou seja, este tipo de conexão é 10 vezes mais rápido que o anterior.



Tenha a melhor experiência em conexão! A sim.digital instala gratuitamente (em comodato) um roteador de última geração com o padrão Gigabit Ethernet em sua casa. Conheça nossos planos!



  • Switch Ethernet

O Switch Ethernet (comutador) é responsável ​​pela interconexão de equipamentos dentro de uma mesma rede e que, junto com a fiação, constituem as redes locais ou LAN. Esse tipo de Ethernet é comumente utilizado em empresas para interligar todos os computadores e outros dispositivos cabeados à mesma rede, visto que precisam transferir arquivos entre setores e funcionários de forma mais rápida.



Sobre os cabos de rede, geralmente estes são classificados conforme a taxa de transferência de dados máxima que suportam a capacidade de manter a efetividade de transmissão na ocorrência de intercorrências. Com base em normas técnicas e características específicas, os cabos de rede são categorizados de 1 a 8.


Enquanto os cabos das categorias 1, 2 e 4 não são indicados pela TIA (Telecommunications Industry Association) e, por isso, não são mais fabricados, os de modelo 3 ainda são aplicados em infra estruturas telefônicas. Para instalação e acesso à internet, as categorias mais comuns são 5e e 6.


O cabo CAT5E é um aprimoramento da categoria CAT5, onde conseguiu-se uma interferência menor entre os fios, obtendo um sinal de melhor qualidade. Embora ele possua a teórica capacidade de chegar a uma velocidade de até 1000 Mbps a uma frequência de 100 MHz em uma distância de 100 metros, é algo muito difícil de acontecer devido à sua estrutura que é muito vulnerável a interferências eletromagnéticas. E


Já o cabo CAT6 consegue suportar até 1 Giga a uma frequência de 250Mhz a uma distância de 100 metros. Os cabos CAT6 possuem uma grossura maior em comparação aos CAT5E, pois além da presença de 4 pares de fios trançados, há uma estrutura de plástico responsável por dar uma maior durabilidade para o cabo, evitando que os fios se dobrem muito, e proporcionar uma interferência menor entre os fios.


A título de curiosidade, os cabos ethernet de categoria 7 podem atingir velocidades de 100 Giga em até 15 metros de distância devido à sua composição!



Para descobrir a categoria de um cabo, basta conferir a informação decalcada na sua parte externa. Essa informação é necessária para que você possa navegar na ultravelocidade contratada, sem deixar a rede sobrecarregada. Além disso, voltamos a lembrar que, nessa etapa, é importante que os seus aparelhos sejam compatíveis com o padrão Gigabit Ethernet, ok?



Como tudo, a conexão via Ethernet também tem seus defeitos. Como acontece com qualquer conexão por cabo, há um limite de distâncias entre o dispositivo e o roteador devido ao comprimento do cabo. Por sua vez, isso leva a uma perda de mobilidade que você obtém com o Wi-Fi. Além disso, não são todos os aparelhos que possuem portas Ethernet, o que em alguns casos pode ser resolvido com um adaptador.



Leia também: Sinal de Wi-Fi fraco? Veja os principais motivos e como resolver.


Agora você já sabe: se precisa de ultravelocidade, estabilidade e segurança para transferir arquivos, assistir a vídeos ou jogar online, opte pelo cabo de rede conectado ao seu dispositivo! Assim você fica livre de interferências externas e ainda ajuda a desafogar a sua rede Wi-Fi, melhorando a qualidade da conexão para celulares e tablets conectados.


Quer descobrir como a nossa internet 100% fibra óptica vai garantir uma experiência ilimitada na sua casa? Visite o site e conheça nossos planos a partir de R$99,90 (mês).